11Jun

Ministério de Fronteiras planeja limitar imigração devido a crise na Grécia

Posted by Natália Andressa Baffatto as Dicas de imigração, estude ingles em londres, estude ingles na inglaterra, intercambio em Londres, intercambio na inglaterra, Londres, Notícias sobre imigração, Notícias variadas

Recentemente, temos lido muitas notícias sobre a crise econômica que tem atingido a Grécia, e que tal crise deve resultar em mais uma onda de recessão pela Europa. O Reino Unido, obviamente, está inserido neste contexto. Diante disso, o governo britânico está planejando medidas para proteger o país. Entre elas está, mais uma vez, a limitação da onda imigratória para os quatro países que formam o Reino Unido: Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte.

Em matéria publicada pelo jornal inglês The Guardian, Thereza May, secretária do Ministério do Interior do governo britânico, diz que “o trabalho está em curso para restringir a migração para o Reino Unido no caso de um colapso financeiro na zona do euro”. A restrição é uma realidade, pois a Inglaterra é um dos países mais cobiçados por migrantes do mundo inteiro, especialmente os membros da União Européia, que têm o direito a trabalhar aqui, com exceção da Romênia e Bulgária. A restrição, no entanto, não atingirá os membros dos países da Comunidade Européia, mas sim estrangeiros vindos de outros cantos do mundo.

Pelas informações da Agência de Fronteiras, por enquanto, não há nenhum sinal de aumento da imigração para o Reino Unido. Pelo contrário. De acordo com o Home Office, o contingente de pedidos de vistos diminuiu entre março de 2011 a março de 2012: os vistos de trabalho caiu 8%; vistos para membros de família tiveram uma queda em 16%; e a porcentagem de vistos para visitantes aumentou em 9%.

Atualize a sua situação

Prevenir é melhor do que remediar. Nós da LondonHelp4U aconselhamos a todos os amigos com possibilidades de legalização no país que o façam o quanto antes, a fim de evitar qualquer problema no futuro, caso haja maiores restrições.

Se você tem um visto de dependente de europeu (esposa/esposo, filhos, sobrinhos, etc) e reside aqui por cinco anos ou mais, com certeza tem o direito à residência. Para quem é dependente de britânico ou alguém com residência no Reino Unido, já tem o direito ao documento a partir de dois anos.

Se for o caso de visto de trabalho (Tier 4, empresário, investidor, talento excepcional) e está  trabalhando legalmente no país há mais de cinco anos, você também tem o direito a obter a residência.

Outros casos de migrantes não europeus que podem estar sendo beneficiados pela residência no Reino Unido e, com isso, garantir a permanência no país são das pessoas que moram aqui legalmente pelos últimos 10 anos; ou 14, em casos de ilegais.

Há ainda migrantes não europeus que possam se encaixar nos casos dos Direitos Humanos. Porém, como frisam todos os nossos consultores de imigração aqui da LondonHelp4U, há casos e casos para cada situação. O mais importante é se informar sobre as suas possibilidades para se legalizar no país e garantir que, em algum evento de quebra na zona do euro, ou mesmo uma recessão mais profunda, você consiga continuar seguindo com a sua vida normalmente, e legalmente, no país.

Não fique em dúvida. A LondonHelp4U está aqui para ajudar. Marque uma consulta com a gente. Todos os nossos consultores em imigração são devidamente registrados e reconhecidos pelo governo britânico. Em 2011, obtivemos 100% de sucesso em nossos pedidos de visto. Estamos no mercado há 10 anos. Portanto, confie o seu futuro em quem sabe o que faz!

4,01