16Dec

Mais medidas foram tomadas para o controle de imigração no Reino Unido

Posted by Natália Andressa Baffatto as Dicas de imigração, estude ingles em londres, estude ingles na inglaterra, intercambio em Londres, intercambio na inglaterra, Londres, Notícias sobre imigração, Notícias variadas

Giselle Ribeiro

O ministro da imigração britânica, Damian Green, anunciou no último dia 06 de dezembro que em breve será muito mais fácil para os empregadores saberem se os estrangeiros dos quais empregam podem, de fato, trabalhar no Reino Unido. A partir da primavera de 2012, empresas serão capazes de verificar online se os detalhes de residência biométrica (BRP), contidos no passaporte de empregados estrangeiros, são genuínos.  Residência biométrica é uma autorização de residência que detém dados biográficos de uma pessoa (nome, data e local de nascimento) e informações biométricas (imagem facial e impressões digitais), juntamente com seu status de imigração.

Damian Green, disse: “É vital que trabalhemos em conjunto com os empregadores para dar-lhes as ferramentas que necessitam para satisfazer as suas obrigações. O nosso serviço de verificação online também irá aumentar a pressão sobre aqueles que desejam viver e trabalhar aqui ilegalmente. A mensagem é clara – o Reino Unido não é mais suave para com os trabalhadores ilegais”. Também foi anunciado que a partir de 29 de fevereiro de 2012 BRPs (permissão de residência biométrica) serão emitidos para mais categorias de cidadãos estrangeiros, incluindo refugiados e aqueles com permissão concedida para se estabelecer no Reino Unido. Atualmente, BRPs que possuem impressões digitais de uma pessoa e fotografia sobre um chip de segurança são emitidos para não-cidadãos do EEE (espaço econômico europeu), com permissão para permanecer no Reino Unido por mais de seis meses.  A intenção por trás da BRP é simplificar o processo de verificação do direito de um indivíduo para o trabalho dentro do Reino Unido. E assim substituir a vasta gama de documentos atualmente em uso.

O novo serviço online de verificação para os empregadores permitirá um rápido e fácil, em tempo real, controle de licenças e de identidade do titular e seu direito ao trabalho no Reino Unido. Cerca de 600.000 BRPs foram emitidos desde novembro de 2008. A partir do próximo ano eles vão cobrir todos os candidatos requerentes fora do Reino Unido com intenção de permanência acima de seis meses. Para atender a crescente demanda e fornecer os estrangeiros com mais locais em todo o Reino Unido, onde as impressões digitais e fotografias poderão ser tiradas, o ministro de imigração anunciou hoje que um contrato para a recolha desses dados foi concedido aos Correios. O contrato terá a duração de quatro anos e o Post Office vai oferecer uma rede de cerca de 100 locais a partir da primavera de 2012.

Porque a mudança?

É regulamento da União Européia que os países membros do Espaço Econômico Europeu (EEE) – ao concederem permanência nos seus territórios por mais de seis meses – emitam residência com dados biométricos do titular. Esse tipo de licença torna mais fácil e mais simples para os empregadores verificarem se estrangeiros não nacionais do EEE tem direito a trabalhar no Reino Unido. Este por sua vez fornece aos empregadores e outras organizações comum uma forma segura de checarem o status imigratório de seus empregados.  Assim como identificar aqueles que não possuem o direito de estar no Reino Unido e acesso a benefícios dos quais não tem direito. A partir de 29 de fevereiro de 2012, os imigrantes que derem entrada no país irão, ainda, receber o atual adesivo com foto em seus passaportes como evidência de visto. No entanto, após 01 de dezembro de 2012 terão de providenciar seus dados biométricos. Isso irá garantir que a partir desta data haverá apenas um formato de documento emitido no país pelo Ministério de Fronteiras, tornando mais simples a verificação.

4,01