Responsabilidade Social

Vila Onda Soldária

Após anos de Muito Trabalho, Dedicação, Aprendizado e Conquistas em prol das Crianças e Jovens, conseguimos materializar um de nossos Grandes Sonhos que marca uma Nova Era na Onda Solidaria / ChildrensAid.
Recebemos a Doação de um terreno de aproximadamente 27 Hectares de forma Muito Especial: Pura, Sincera e vindo do Coração de uma pessoa (Anjo) que Acredita e partilha dos Valores da Vila e de nossa instituição.  Nos preparamos muito nesses anos e estamos prontos para desenvolver esse Grande Objetivo!

Local do Projeto:
Fica no Município Mineiro de Santana do Deserto: 148 KM, 1 hora e 45 minutos do Rio, 30 minutos de Juiz de Fora. Super Bem localizado !! 27 Hectares, Muita Água, áreas planas, montanhas. Vista para Floresta e de 360 graus do topo da Montanha, 2 KM da cidade. 7 KM da fronteira com o estado do Rio de janeiro (Levy Gasparian). Altitude aproximada: entre 300 e 550 metros.

Para saber mais sobre a Vila CLIQUE AQUI e para ver fotos do projeto CLIQUE AQUI.

Estamos construindo esse projeto com muitos Solidários, organizações e grupos que acreditam na Onda Solidária /
ChildrensAid e na filosofia e missão do projeto.

Parabéns e Muito obrigado por todo Apoio e Carinho durante todos esses anos.
Graças a vocês conseguimos alcançar mais esse Sonho !!
Vamos juntos continuar Transformando esse Sonho em Realidade !!

Onda Solidaria
ChildrensAid

 

Onda Solidária – Ação coletiva e solidária

Giselle Ribeiro

Hoje, vou contar duas histórias de híper-ação e solidariedade. Que com certeza, em meio aos fragmentos sociais dos quais vivemos, trouxe não só união como também exemplo. A primeira história é a do Ricardo. Ricardo Calçado começou a se dedicar ao trabalho social em meados de 2000, aos 19 anos, enquanto estudava Comércio Exterior na Inglaterra (Plymouth University, UK), onde ele viveu de 1998 a 2006. Sua primeira iniciativa foi idealizar uma campanha para ajudar vítimas de enchentes em Moçambique, que envolveu moradores da cidade de Teingnmouth, UK, escolas, instituições do governo e Ongs. Com o sucesso de suas ações sociais, Ricardo decide abdicar da sua carreira em comércio exterior para se dedicar a pesquisar os problemas sociais do Brasil. Viajando por mais de 32 países de cinco continentes diferentes, Ricardo visitou diversos projetos e participou de diferentes conferências para ampliar sua visão dos desafios e para definir um modelo de trabalho social. Em 2004, seu modelo torna-se realidade com a fundação da Childrens Aid e Ricardo passa a dedicar-se totalmente à causa dos menos favorecidos, especialmente as crianças, focando em projetos de educação, esportes e cidadania. Mas o Childrens Aid cresceu tanto que dentro dele nasceu o movimento Onda Solidária, que como diz o próprio Ricardo  ”somos um movimento social” (fonte: Onda Solidária). Ricardo foi motivado por um sonho quando tinha apenas 4 anos, à seguir nesse caminho.

Veja as palavras do próprio Ricardo: ”Aos quatro anos de idade, eu tive um sonho. Nele eu me vi bem velhinho, com a cara enrugada, feliz, cercado por criancinhas em um lugar bem verde, com escolas, campos de esporte e até hospitais em meio a muita natureza. Um sonho tão especial que eu passei grande parte da minha infância imaginando como seria esse paraíso das crianças. Quase na mesma época, por volta dos seis anos, outra experiência me marcou muito. Conheci um pequeno anjinho chamado Mumuca, um “menininho de rua” que a minha mãe encontrou com sangue na cabeça e levou para casa, onde meu pai, que é médico, poderia examinar.Eu me lembro bem desse primeiros contato e de como ele foi alegre, sem preconceitos. Éramos apenas crianças que, por acaso, pertenciam a “mundos diferentes”, mas só pensavam em uma coisa: brincar. Depois de horas nos divertindo com os brinquedos do meu quarto, chegou a hora de dormir, eu para minha cama e meu amiguinho para a casa dele – mas, que casa? Ele morava na rua com os pais…Passei então a encontrar meu amigo com freqüência e, sob o olhar preconceituoso das pessoas, brincar no parquinho e leva-lo para comer em casa… Éramos crianças puras e não fazíamos julgamentos.Até que Mumuca desapareceu por um bom tempo. O que teria acontecido? Me contaram que ele havia sido recolhido das ruas para algum lugar, um abrigo, que eu não sabia onde ficava. Quando depois o reencontrei perto de casa, descobri que ele havia fugido do abrigo por causa dos maus tratos e voltara para as ruas já traumatizado. Nossa amizade ainda era a mesma, mas ele já não tinha a mesma inocência no olhar; sumia freqüentemente e andava com crianças dopadas, cheirando cola. Quando ele sumiu das ruas novamente, perguntei ao encontrar o irmão dele mais novo: “cadê o Mumuca?” A resposta veio seca e com um tom de normalidade – “morreu, ué!”. Ele continuou andando e eu fiquei ali, chocado. Não podia acreditar que um menino como eu, meu amigo, da mesma idade, havia deixado a vida aos dez anos.Desde então, essa experiência de amizade e perda e aquele sonho que eu tive aos quatro anos, me impulsionam a buscar forças, lutar e me dedicar para que a cruel realidade de crianças como meu querido amigo Mumuquinha possa ser transformada.”

A outra história é a do Luan. Luan tem 18 anos. Foi deixado pela mãe biológica, quando tinha apenas 2 anos de idade, em um abrigo no Rio de Janeiro. Nesse abrigo, Luan encontrou apoio e contato com outras crianças; onde mais tarde viria à conhecer sua mãe adotiva. Que adotara não só o Luan como também seus outros dois irmãos. “Esse lugar era um abrigo , que lá guardo quase todas as minhas experiências de criança de verdade,  até hoje tenho um amor muito grande pelas pessoas que passaram  nessa cena da minha vida; minha missão é grande.  Do mesmo modo em que tive a colaboração de amigos para ajudar a mudar meu roteiro negativo de vida, quero ajudar outras pessoas , sempre com objetivo e pé no chão, a procura de um mundo bem melhor e cidadão.” Essas são palavras de uma criança, hoje adolescente. E como Luan, existem milhares de crianças no Brasil que vivem a dura realidade do abandono, sujeitas às consequências negativas. A história do Ricardo e do Luan se interconectaram quando Luan tinha 12 anos. Ricardo, então conduzindo programas de apoio e ajuda ao abrigo em que Luan fora acolhido, ficou impressionado com a energia e positividade do menino. Que mesmo frente às dificuldades que havia enfrentado escolhera mudar sua história e servir de exemplo para seus amigos do abrigo. Dali nascera outro sonho; Luan se unira aos projetos do ChildrensAid e da Onda Solidária no intuito de apoiar, inspirar e ajudar outras crianças. Mais uma vez um sonho atuando como agente de mudança! Luan, hoje com 18 anos, é exemplo na instituição, diz Ricardo. “ Desde muito jovem Luan tem grande interesse em ajudar outras crianças em programas que vão desde sustentabilidade e conscientização ecológica, cidadania, esportes, cultura, e inserção profissional. Luan se destaca não só pela sua positividade como também pelo exemplo de liderança.”

Por essa razão, a LondonHelp4U em parceria com a Onda Solidária e demais parceiros, se uniu ao sonho; em projeto inovador, trazendo Luan a capital inglesa para estudar inglês por 2 meses. Francine Mendonça, diretora da LondonHelp4U, conheceu Ricardo a 10 anos atrás em Londres. Já visitou a Ong por diversar vezes no Rio : “A idéia de dar oportunidade para crianças em situação menos favorável, proporcionando-as o contato com o inglês juntamente com a vivência no exterior nasceu a mais ou menos 3 anos atrás, em uma de minhas visitas a ONG no Rio. Essa é a missão da LondonHelp4U, viabilizar essa experiência acessível somente à jovens de classe média no Brasil. A minha mensagem nada mais é que a importância de se ter um sonho e principalmente incentivar jovens, em situação menos favorável, à acreditarem nos seus sonhos. Se todos nós  nos juntarmos com certeza podemos fazer a diferença na vida dessas crianças.” Luan teve sua viagem 100% patrocinada por uma corrente de positividade encabeçada pela LondonHelp4U e seus parceiros. Desde escola, acomodação, seguro viagem, entretenimento, etc. Toda viagem foi patrocinada por empresas que se preocupam com a responsabilidade social de seus negócios. Luan foi matriculado em um curso de inglês na English Studio, pelo período de 8 semanas. Teve acomodação e traslado doados pelo Cortisso Acomodação, uma viagem para Bath doada pelo Anderson Tours, seguro viagem pelo Guarde.me, assessoria de mídea na Revista Real e Brazilian News, sendo todo o projeto coordenado pelo departamento de Marketing da LondonHelp4U. Luan também contou com o apoio de Solidários especiais, e com a Equipe da Onda para as passagens e ajuda de custo. Ao longo das próximas semanas Luan dividirá sua experiência com você, leitor, no intuito de inspirá-lo a sempre acreditar nos seus sonhos e ajudar o próximo!

“Quando juntamos sonhos com ações, podemos até mudar o mundo”

Luan Souza, repórter no III Encontro de Jovens – realizado entre 10 e 12 de Julho no Acampamento Clay, em Vassouras, na região serrana do Rio de Janeiro -, conversou com o psicólogo José Garrafolli, da Dinsmore Associates, sobre o trabalho dele como consultor, o prazer de trabalhar com o que se gosta e a importância de participar de um evento com tantos jovens. Clique aqui para assistir.








Tags mais usadas:
Brasil cidadania britanica cultura Cultura free cultura free em Londres estudar na inglaterra estude em londres eventos Eventos em Londres eventos na inglaterra eventos no reino unido governo britânico Happy Child Home Office Home Office UK imigrantes inglaterra imigração intercambio em Londres intercambio na inglaterra Life in the UK londres música brasileira Passaporte Britanico promoção Turismo em Londres Turismo na Europa visto visto de estudante visto de trabalho Visto para o Reino Unido
4,01